Lentes Oftálmicas

Para as diferentes ametropias existem
diferentes tipos
de lentes corretivas.

 

No caso das ametropias simples (miopia, hipermotropia, astigamtismo) as lentes utilizadas são as unifocais. No caso de ametropias compostas b(miopia + presbiopia / hipermetropia + presbiopia / astigmatismo + presbiopia) as lentes utilizadas na correção são as lentes bifocais ou progressivas.

No caso da miopia simples, a correção é feita através de lentes unifocais divergentes, popularmente conhecidas por lentes negativas. Estas lentes caracterizam-se pelo facto de serem finas no centro e espessas no bordo. Para este tipo de ametropia, aconselham-se armações pequenas, de forma a minimizar a espessura das extremidades, e preferencialmente num material tipo massa ou acetato.

No caso da hipermetropia simples, a correção é feita através de lentes unifocais convergentes, conhecidas também por lentes positivas. Ao contrário das lentes negativas, estas caracterizam-se por serem espessas no centro e finas no bordo. Nestes casos é aconselhável a escolha de armações de maior dimensão, para que a espessura do centro da lente se dissipe.

Para a correção do astigmatismo, são utilizadas as denominadas lentes tóricas. Este tipo de lente caracteriza-se pela existência de potências distintas nos seus meridianos principais, daí a espessura da lente não ser uniforme. Nestes casos a escolha do tipo de armação depende de se está associado a uma miopia ou a uma hipermetropia.

Nota: Esta questão relativa à minimização da espessura das lentes e a consequente escolha do tipo de armação é sempre influenciada pela graduação que cada cliente possui. Quanto maior for a graduação maior deverá ser a atenção para estes conselhos. Em graduações baixas, estes princípios deixam de ter relevância. No caso das ametropias compostas, estas podem ser corrigidas com lentes multifocais (Bifocais ou Progressivas).

Lentes Bifocais – As lentes bifocais, tal como o próprio nome indica, possuem dois focus, tendo a capacidade de corrigir a visão de longe e de perto em simultâneo. Devido à evolução tecnológica, estas lentes têm deixado de ser utilizadas, pelas limitações que apresentam. O olho humano possui várias possibilidades de focagem e com uma lente bifocal fica limitado a apenas duas (longe e perto).

Lentes Progressivas – Estas lentes são a evolução natural das lentes bifocais. As lentes progressivas, ao contrário das suas antecessoras, têm a capacidade de corrigir as ametropias de uma forma mais eficaz através dos múltiplos focus que possuem (longe, perto e médias distâncias). Com estas lentes a passagem da visão de longe para a visão de perto é feita de uma forma mais suave, contrariamente ao que acontece com as lentes bifocais, sendo a qualidade visual privilegiada pelo conforto que imprime aos usuários, muito semelhante à visão natural, sem necessidade de correção.

Qualquer que seja o tipo de ametropia e o tipo de lente necessária para a sua correção, é possível escolher lentes em vidro, orgânico ou policarbonato. (No entanto existem graduações nas quais as escolha das lentes não poderá ser feita de forma tão simples – para mais informações aconselhe-se com os nossos técnicos).